fbpx

‘’OLHE PARA VOCÊ’’! CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAI DA ANATOMIA MODERNA

Salve, Salve, Doutores e Doutoras!

É com grande prazer que iniciamos um novo Épicos da Medicina com a história de uma das maiores influências médicas da modernidade, em especial na compreensão da anatomia e sua robusta aplicação. Hoje falaremos do médico renascentista Andreas Vesalius (1514-1564).

Vesalius é fruto de um background crescente da literatura anatômica europeia, bem como do florescimento artístico e filosófico do quinhentismo renascentista humanista. Através de dissecações com uma minúcia até então desconhecida, Vesalius, tornou a anatomia um objeto de estudo científico e marcou seu nome na História da Medicina.

BIOGRAFIA

Nascido em Bruxelas no último dia do ano de 1514, o médico belga Andreas Vesalius, um nativo do ducado de Brabante (Bélgica), era de uma família de médicos e farmacêuticos. É  considerado o pai da anatomia moderna e dedicou grande parte de seu tempo a estudos de ossos humanos, naquela época facilmente disponíveis nos cemitérios de Paris, e dissecação humana.

Em 1543 foi nomeado médico da corte do sacro imperador romano Carlos V e casou-se no ano seguinte. Esteve a serviço do imperador até sua abdicação em 1556, tendo passado depois disso a servir a Filipe II, rei da Espanha, como um dos médicos da corte de Madri. 

Fig.I: retrato de Andreas Vesalius dissecando (Everett Historical / Shutterstock.com); Fig.II: uma das páginas de ‘’Tabulae Sex’’, seu primeiro trabalho. 

No ano de 1564, Vesalius obteve permissão para deixar a Espanha para ir em peregrinação ao Santo Sepulcro, onde viria a morrer durante sua caminhada para a terra santa. Viajou por Jerusalém, com paradas em Veneza e Chipre, tendo sua esposa e filha retornado a Bruxelas.

JORNADA MÉDICA

Vesalius frequentou nada mais nada menos que três universidades durante a sua formação! Freqüentou a Universidade Católica de Leuven (Louvain) em 1529-1533, seguiu em 1533-1536 para a faculdade de medicina da Universidade de Paris, onde aprendeu a dissecar animais.  No ano de 1536, Vesalius retornou a Brabante em sua primeira universidade com forte influência da medicina árabe

Para se ‘’formar’’ segundo os requisitos da época, seu ‘’TCC’’ foi uma paráfrase do trabalho de Rhazes, médico árabe do século X. Ao terminar sua formação seguiu para a Universidade de Pádua, na Itália, uma universidade progressista com uma forte tradição de dissecação anatômica. No mesmo ano foi agraciado com o mestrado e nomeado professor de cirurgia e demonstrações anatômicas. Dedicou extremo empenho em aprofundar seu conhecimento da anatomia humana, através da dissecação de cadáveres, visando uma prática cirúrgica de excelência. 

Em 1538 publicou seu primeiro trabalho, ‘’Tabulae Sex’’, um conjunto de seis desenhos anatômicos. Sua obra principal, no entanto, foi ‘’De Humani Corporis Fabrica’’ (“Da Organização do Corpo Humano“), conhecido como ‘’Fábrica’’ foi impresso em 1543. Compartilhando conhecimento em plena renascença com artistas, como Ticiano e Michelângelo, Vesalius emprega neste trabalho todo o aspecto científico, mas com estética renascentista e claro orgulho humanista.

Fig.III e IV: imagens extraídas de sua obra-prima ‘’De Humani Corporis Fabrica’’ (Pinterest)


No início de 1543, apresenta seu livro ao imperador do Sacro Império Romano Carlos V, que o contratou como médico regular da corte. Já pensou aos 28 anos atingir tanto prestígio e sucesso? Conquistou grande prosperidade e se dedicou integralmente a medicina nos anos de 1553 à 1556, principalmente em Bruxelas. Seu prestígio foi reforçado quando Carlos V, em abdicação do trono espanhol em 1556, lhe forneceu uma pensão vitalícia e fez dele uma conde.

MARCO NA MEDICINA: PAI DA ANATOMIA MODERNA

O conhecimento anatomo-fisiológico vigente no período conhecido por quinhentismo era embasado na obra de Galeno, cuja sua influência perdurou por incríveis 1.500 anos! A questão é que suas conclusões se embasaram na dissecação de animais. Outro ponto era a falta de aulas práticas de anatomia na Universidade de Paris, que acabou levando Vesalius (bem como Michelangelo) a frequentar cemitérios em busca cadáveres de criminosos e vítimas de praga. 

Entre os aspectos galênicos, focou na correção do conhecimento anatômico, em detrimento da fisiologia em si. Em janeiro de 1540, rompeu com a tradição galênica, ao demonstrar abertamente seu próprio método – fazendo ele mesmo dissecações, aprendendo anatomia com cadáveres e avaliando criticamente textos antigos.

Em sua obra ‘’Tabulae Sex’’ desponta de maneira ainda tímida sua vontade intrínseca de dissecar a verdade do corpo humano. Mas foi em ‘’Fábrica’’, de 1543, que reuniu o maior número de descrições de maneira precisa da anatomia humana em detrimento de todo o conhecimento vigente na História! 

Completamente tomado de uma execução artística única, Vesalius criou uma nova comunicação para transmissão do conteúdo anatômico, através de uma linguagem única, de design elegante e totalmente disruptiva. Sem sombra de dúvidas a reação dos seus contemporâneos ao se deparar com tais obras seria: ‘’Che perfizione!’’. 

REFERÊNCIAS:

  1. Andreas Vesalius (1514-1564). BBC..
  2. Andreas Vesalius. Encyclopædia Britannica, Inc.
  3. Andreas Vesalius. Famous scientists
  4. A História e Biografia de Andreas Vesalius. A História
  5. Andreas Vesalius (1514-64). Science museum.6
  6. De Humani Corporis Fabrica, online. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *